Era uma vez uma menina de 16 anos, que resolveu criar um blog para desabafar... E que agora, aos 21, continua a escrever. De teen a adulta; de Portugal à Holanda - A saga!

12
Mar 06
É viver na dúvida.
É acordar e não poder deixar de pensar se durante o dia vamos passar mal. É, por vezes, ter medo de sair de casa.
É ter medo de ir ao baile de finalistas. É ter medo de ter um ataque de pânico quando vamos receber a faixa. Ou durante o jantar. Ou na cabeleireira.
É passar horas maldisposta, com vontade de vomitar e ainda assim sorrir, para que os outros não se apercebam.
É entrar nos testes a tremer e sair a meio, porque não aguentamos a pressão. É entrar na casa de banho e ter medo de sair.
É ter uma sensação de angústia quando conhecemos alguém, porque de certeza que essa pessoa vai reparar que estamos a ter um ataque de ansiedade.
É ter medo de comer, não vá o nosso estômago reagir mal ao ataque de pânico.
É deixar de sair com amigos.
É ter medo de andar sozinha na rua.
É saber que não há cura para o que temos: ou somos fortes e tentamos superá-lo, ou entramos em depressão e desta não saímos tão cedo.
É chorar que nem uma criança a quem se tirou um brinquedo, porque a perspectiva de sofrer disto para sempre não é, de forma alguma, agradável.
É perguntarem-nos se ultimamente temos tido ataques e, com todos os dentes que temos na boca, mentir, sorrindo e dizendo um seguro “Não! Já nem me lembro que tenho isso...”.
É, resumidamente, medo. Medo de sofrer, medo que as outras pessoas se apercebam que sofremos.

Segundo a minha psicóloga (deixei de lá ir no início deste ano porque achei, muito sinceramente, que não era muito competente), o meu transtorno de ansiedade deve-se ao facto de ter vivido com o meu ex-padrasto, que me fazia a vida negra. O meu sistema nervoso andava sempre alterado e agora, que tudo acabou, o meu sistema nervoso está em recuperação... Como aquelas pessoas que vão para a guerra e voltam com problemas psicológicos... Não sei se é verdade isto que ela disse. Se o é, tenho que agradecer ao meu ex-padrasto por ter estragado a minha vida. Se era esse o objectivo, chegou lá mais profundamente do que alguma vez imaginou. Os meus parabéns.

http://valleser.rumo.com.br/pan.htm
publicado por Nana às 15:24

comentários:
oiiiiiiiiii. sabes uma coisa antes de mais adoro a musica de fundo, mm a serio, kase comovida lol.. na gozes, agr qto ao texto... menina n penses k tas sozinha, nm tenhas medo de ficar sabes pk? pk tens amigos e qd os amigos sao de verdade, nca te deixaram, n sei pk tas axim nm o k aconteceu... padrasto... sim ja tive problemas dexes, problemas serios e sei o ke e ixo... mas exkece eu, qto a ti e verdade tens k ser forte e pensar ke n e uma merda de uma pexoa ke te vai deixar ir a baixo es mt melhor ke ixo, ah pexoas ke desejamos ke n existicem e vdd... mas existem... e temos k aprendr a viver com exe facto e sobretuto a sermos soperiores a elas...humm ter medo do baile de finalixtas.. pois e menina o baile e amanha ou melhor e hoje pk ja uma e tal da manha :X ta td sobre tenxao medo de ir receber a faixa tropexar no vestido e bater com a cara no xao... mania de sermos pesimistas pha ai lol...vais ver k nda dixo vai acontecer, vai ser uma noite mto fixe, td pipi e kes, os meninos de fatinho e as meninas de vestido tb todas pipis, vai ser momoravel ;) bem ja escrevi bue e mm de uma pexoa com inxonias k n consege dormir (k como a meoria tb e peximista)... e a i tal, vou embora, jinhos gdes ptt*** ( gostei mm da musica lol)
pipokinha a 18 de Março de 2006 às 01:28

Visita-me:http://oliveiraealegrim.blogs.sapo.pt
Alecrim a 17 de Março de 2006 às 12:17

não sabia que sofrias de ansiedade nanita...pareces tão forte, tão certa das tuas opiniões, tão segura de ti, do que queres!...e, como diz a princesa...vais superar isso, de certeza!porque ninguém, NINGUÉM MESMO tem o direito de te estragar a vida, de te tirar possibilidades...vais enfrentar isso e vencer!e se algum dia sentires medo de alguma coisa...pensa que toda a gente sente. lá bem no fundo...quem é que nunca sentiu um pânico ás vezes mesmo irracional, sem nenhum motivo aparente?só por um mau pressentimento, uma sensãção qualquer?...beijinhos***
universitaria a 17 de Março de 2006 às 12:02

Tás melhor linda? Espero que sim.
Hoje o meu dia não foi dos melhores, andei muito ansiosa e irritada. :\ Enfim..
Deixei um desafio para ti no meu blog.. beijinhos
crazy li a 16 de Março de 2006 às 18:47

Ansiedade é sem duvida muito mais do k eu pensava!Mas tb a sinto...basttes vezes, noites sem dormir, tantas vezs a angustia! Espero que realmente estejas em franca recuperação!Bj grande!
Gaybriel a 16 de Março de 2006 às 11:47

Oix miga!olha sei bem pelo k tu passas pk a mim tb m passa o mesmo..x mais medicamentos k tome nda paxa..parece k n ha solucção!Irrita m certas pexoas k conheço k qdo s fala nestes casos dao respostas xtupidas cmo x exemplo:«ixo e pk n tem nda pa fzr,xixo criam makakinhos na cabeça»...dam 1 vontade d dar-lhe um par de xtalos!Estas coisas acontecem e deixam marcar..so kem paxa pelas coisas e k sabe ne?Bem olha miga...podes sempre contar comigo pra tdo!Força Nana
E deixa m dzr t k xcreves bue bem e com os videoclips o teu blog ficou xcelente!E a exa musikinha dos Sin Bandera e linda ne?
Isa a 14 de Março de 2006 às 02:30

Querida Nanita,

não sei que se passou e que «marcas» te deixaram (espero que tenham sido pequeninas e que se dissipem com o tempo).
Estranho escreveres que sofres de «ansiedade» e logo tu!!! Que com 17 anos demonstras uma segurança tão grande no que sentes, como vês o mundo... Anda láaa Nanita...coloca para trás das costas essas ansiedades, essas insegurançãs, esses pânicos e avança com a grande MENINA que és.
Beijinhoss
Ps Já te disse que escreves deliciosamente bem??? ;)
pluma(princesavirtual) a 13 de Março de 2006 às 22:50

Nem me digas nada... Sabes bem que eu sei como te sentes! Mas temos que nos aguentar à bronca e ser fortes, porque só podemos contar com nós mesmos, mais uma vez hoje o meu amor se chateou comigo porque simplesmente não compreende certas coisas que eu faço. E eu também não as compreendo, mas sei que a culpa não é minha. É muito stress termos sempre que arranjar uma desculpa para algo de que não temos culpa. :( Este fds fui ao Jumbo e estava lá tanta gente que já estava a entrar em panico. Acho que nunca fiquei assim tão nervosa no supermercado. :\
Sei o que sentes minha linda... mas não tenho solução, desculpa. ***
crazy li a 13 de Março de 2006 às 15:38

olá miga!!!
como eu te entendo...cada frase que escreveste eu já senti!!!...não é nada fácil não!!! mas temos que lutar contra isto!!! sim, muitas vezes isto tudo vem da nossa infância, temos que aprender a perdoar, o que é muito difícil, e temos que tentar ir para a frente!!! como Jesus disse: Pai perdoai-lhes porque eles não sabem o que fazem!!! eu também não sei a resposta para a nossa cura, mas que tem cura tem!!! tive também a ver o site que deixaste aí, e como vês tem cura!!! :) psicoterapia talvez ajudasse, no meu caso não tenho psicólogo do estado e as consultas são tão caras e depois nunca sabemos se os psicologos são bons ou não :S enfim... temos que lutar e vamos vencer isto!!! quem nunca teve um ataque de pânico não sabe como é terrível ter um, nem sabe o que passamos!!!
olha deixei um desafio para ti no meu cantinho, vai lá ver!
jinhuxx grandes e muita força***+++
xgirlx a 13 de Março de 2006 às 06:06

Ora bolas ja estragas-te a surpresa lool, tu não viste nada oki?! :p ainda só ando em fase de teste a preparar um visual novo, feito por mim :D mas ainda não está oficial, estava so a ver como ficava e tives-te de aprecer logo justo nesse momentos, ai lool vá é segredo ;)mas de qq maneira,deve estar para breve bjinhos ;P
snow a 12 de Março de 2006 às 15:49

Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

20
21
22
24
25

26
27
29
30
31


tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Se os virem... Avisem!
Eu, por acaso, gosto desta!
E quantos são? (desde 30.07.2008)
blogs SAPO