Era uma vez uma menina de 16 anos, que resolveu criar um blog para desabafar... E que agora, aos 21, continua a escrever. De teen a adulta; de Portugal à Holanda - A saga!

10
Set 07
Estive para aqui agora, após uma conversa com uma menina muito especial, a tentar quantificar as saudades que sinto. Sim, porque deve haver uma forma de as quantificar. Numa escala, saudades medidas em suspiro/segundo...

Visto que não cheguei a um número concreto a não ser o infinito, e uma vez que esse é um algarismo abstracto, tentei achar algumas comparações.

No entanto, todas as comparações de que me lembrei são, no mínimo, curriqueiras e muito pouco originais. Temos o número de gotas de água no oceano, o número de estrelas no céu, o número de grãos de areia a multiplicar pelos outros dois... Não. Também não me parece bem.

Assim sendo, e visto que as saudades são bem mais complicadas de quantificar do que eu previa, digo apenas algo que poderá, ou não, descrever o que sinto:

As saudades... são mais que muitas.
publicado por Nana às 20:53

comentário:
Pois são mor..são mesmo.. E é nos momentos mais alegres e nos momentos mais dificéis que nos apercebemos disso.. porque queriamos partilhar pequenas coisas, muito boas ou muito más, e simplesmente... não é fácil. Não há o olhar, olhos nos olhos, não há o gesto, genuíno e momentâneo, não há o abraço, tão aconchegador e cheio de partilha.. Mas há algo que não vai deixar de existir nunca, em circunstância ou lugar algum, sejam metros ou continentes de distância... a amizade que nos une. Só um telefonema nos separa linda..Não te esqueças disso. Adoro-te mesmo muito!
Filipa a 14 de Setembro de 2007 às 17:34

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Se os virem... Avisem!
Eu, por acaso, gosto desta!
E quantos são? (desde 30.07.2008)
blogs SAPO