Era uma vez uma menina de 16 anos, que resolveu criar um blog para desabafar... E que agora, aos 21, continua a escrever. De teen a adulta; de Portugal à Holanda - A saga!

25
Jun 06

Como todos observaram (ou não), dia 5 deste mês uma grande amiga minha teve um acidente de carro. Infelizmente ela vive noutro país e, após muitas informações conturbadas e trocadas, disseram-me que ela não havia resistido ao acidente.


No entanto, no dia seguinte, fui informada que a Brooklyn não tinha morrido. Ficou em coma. Durante estas 3 semanas, só pensei na Brooke. Todos os dias falei com a família, amigos e, especialmente, com o namorado.


Ela é uma rapariga muito forte. Aguentou toda uma cirurgia e, apesar de estar em coma, os médicos estavam optimistas. No entanto, a minha Brookezinha teve, na noite após a cirurgia, uma hemorragia cerebral. Entre muitos outros pormenores, soube que lhe saiu sangue pela boca, nariz e ouvidos. Nesse o momento, os médicos desistiram. Todos desistiram, menos eu e o Ryan, o namorado.


Mas a opinião dos médicos é que conta. E hoje, à uma da tarde, foi desligada a máquina que mantinha a minha menina presa a este mundo.


A minha menina tinha 21 anos. Era inteligente, linda e sempre pronta a fazer os outros rir. Como boa escocesa que era, dizia que, quando se casasse, visse o noivo vestido de fato e não de kilt, fugia e recusava-se a casar. Com o seu pai biológico preso desde pequena, aos doze anos foi adoptada por Paul Kennedy. Na festa do seu 21º aniversário, Brooke afirmou que se sentia a pessoa mais sortuda do mundo, pois tinha como “pai” o melhor ser humano à face da Terra.


Hoje, o mundo despediu-se desta menina. Aquela dorzinha de que falei há dias, está hoje transformada numa dor a sério. É com a cara lavada em lágrimas que escrevo o que escrevo. Porque penso que a passagem pelo mundo desta pessoa tão maravilhosa não devia, de maneira alguma, passar em branco.


Assim, quem ler isto, saberá que, até hoje, existiu uma menina, chamada Brooklyn Jade Kennedy, louca pelo Alan Smith (a quem devemos agradecer por ter deixado uma mensagem para ela no blog que a família criou para a apoiar, pouco depois do acidente), e que nos fazia rir a todos. As saudades já apertam...


Há uma música inglesa, chamada “One Sweet Day”, que diz muito... Vou traduzi-la e dedico-a a ti, Brooke.



Desculpa nunca ter dito
Tudo o que eu queria ter dito
Agora é tarde de mais para te abraçar
Porque voaste, para longe.
Nunca imaginei viver sem o teu sorriso
Sentir e saber que me ouves Mantém-me vivo.
E eu sei que estás a brilhar sobre mim, do céu
Como tantos amigos que perdemos ao longo do caminho
E sei que eventualmente estaremos juntos
Num doce dia...
Querida, eu nunca te mostrei
Pensei que sempre cá estivesses
Pensei que tinha a tua presença garantida
Mas sempre me importei
E sinto falta da amizade que partilhámos.


I’m gonna miss you, you sausage!! You’ll always be in my heart, no matter what. You changed my life for good, and I’ll never forget how strong you’ve been during these last 3 weeks. I hope today u get to rest in peace. And I hope someone read Alan’s comment before they turned off the machine. He said to Nicky that, when he starts playing again and when he scores, he’ll take his shirt off and, underneath it he’ll have another one, saying “For u, Brooke” in the front and “Your worth the yellow card I’m getting for doing this” in the back. He’s a legend for doing this. And so are you. I’m gonna miss you.

publicado por Nana às 15:27

comentário:
Oi!Ohh linda...nem sei o que dizer!Deves estar a sofrer tanto!Tiveste a sorte de a conhecer e de lidar com ela,de crescer e de sonhar...Ela vai ficar sempre no teu coração e tu no dela...Isso nunca vai mudar!Infelizmente quem nos é querido parte e neste caso partiu cedo demais!Recorda-a sempre,o seu sorriso,a sua forma de ser...Essa é a melhor forma de perpetuar a sua existência!
Que a Brooklyn descanse em paz e que contagie este mundo com a sua força e alegria em viver!
Beijinhos e força linda!
sis a 26 de Junho de 2006 às 15:22

Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
20
21
23
24

26
27
28
29
30


tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Se os virem... Avisem!
Eu, por acaso, gosto desta!
E quantos são? (desde 30.07.2008)
blogs SAPO