Era uma vez uma menina de 16 anos, que resolveu criar um blog para desabafar... E que agora, aos 21, continua a escrever. De teen a adulta; de Portugal à Holanda - A saga!

02
Abr 06
Pois é, meus amigos... por fim, férias!! Quinze dias, nos quais poderei descansar a cabeça e (quase) esquecer a escola... Sim, quase, porque há sempre o dia em que saem as notas e... os trabalhos de casa não aparecem feitos sozinhos, não é?
Anyway, amanhã vou para a Holanda. Ver se descanso a cabeça... Depois digo-vos como foi...
Hoje foi, para mim, um dia muito especial. Fui com amigos ao Castelo de Palmela... Fizemos um “pic-nic” por lá... Muitas fotos, muitos abraços... e até, para os mais corajosos, “rappel” e “slides” (claro que eu não me incluo nesse grupo eheh). Foi demais mesmo... Estar com algumas das pessoas mais importantes para mim, num cenário fora de série... O pior foram, sem dúvida, as despedidas. Duas semanas sem nos vermos. Duas semanas passam a correr, bem sei. Mas sabe todo e qualquer um que foi ou é adolescente, que duas semanas sem todos os amigos à nossa volta parecem anos e anos de espera. Abraços, beijinhos, “boa viagem”, “gosto muito de ti”, “vou ter muitas saudades tuas”. Palavras e actos que entram cá dentro com uma força indestrutível e muito dificilmente sairão um dia. Já tenho saudades, e ainda agora estou na minha casinha. Tenho saudades porque sei que nada é eterno. Tenho saudades porque sei que um dia vou ter saudades. Tenho saudades porque tenho. Pronto. Tenho saudades mas, como não quero sofrer por antecipação, consciencializo-me de que, dentro de duas semanas vou estar novamente com eles. E aí sim, vai ser a loucura. Beijinhos, abraços, “tive saudades!”, “Como é que foi?”, “Foi tão giro!”... E então pegamos no carro e vamos ao Freeport. Ou ao Castelo de Palmela. Ou ficamos em casa, a estudar para os exames nacionais. Mas sempre com uma certeza: estaremos lá sempre que alguém precise e eles estarão sempre lá quando precisemos. E é esta a nossa essência. O facto de eu os adorar. De nos adorarmos. E de não passar um dia em que não pensemos em pelo menos uns quantos. “E se assim o é, é porque é assim!”.

Beijinhos pessoal... Vou sentir muito a vossa falta... Amigos, família, mãe, pai... Vou ter muitas saudades vossas. Mas vou feliz. Vou feliz porque sei que vos tenho. É isso que me faz levantar a cabeça todos os dias. Até mesmo nos dias mais cinzento. Adoro-vos!!

(na passada quinta-feira, foi o Dia da Ciência. Fui encarregue de explicar a maquete feita pelo meu grupo à "Xô dona" Vereadora de Setúbal. Optei pela simplicidade, em primeiro lugar porque não queria dar uma "seca" às senhoras e, em segundo lugar, para disfarçar o meu próprio embaraço. De qualquer das maneiras, a minha professora não gostou. Deu-me um beliscão com toda a força (e processá-la, não??) e MANDOU-ME apresentar a próxima maquete, "sem exageros"(palavras da dita cuja). No entanto, no final, o director da escola veio parabenizar-me pelo meu à vontade. Melhor ainda, em frente à professora! Apeteceu-me gritar-lhe "TOMA!!"... Mas achei que seria mais "adulto" dar-lhe um sorriso "cínico" (à professora, obviamente) e virar as costas... Claro que isto me custou uma má nota na maquete mas... valeu a pena, só pelo gozo que me deu ver a sua cara enfezada ficar ainda mais enfezada, tal não era a raiva por o director estar a elogiar-me a mim e não à menina dos seus olhos... How sad is that??!!)
publicado por Nana às 22:00

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
18
19
21
22

23
24
26
27
28
29

30


subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO