Era uma vez uma menina de 16 anos, que resolveu criar um blog para desabafar... E que agora, aos 21, continua a escrever. De teen a adulta; de Portugal à Holanda - A saga!

21
Abr 07
Já há tanto tempo que não escrevo que já me parece mal escrever.
Mas também, num impulso de maturidade vos digo: o blog é meu, eu escrevo se quiser!

O problema nem é o querer, é o ter motivo para isso. De vez em quando tenho a sensação de que tudo se esgota. Cá dentro, entendem? Desaparece tudo e nem o vazio cá fica. Porque escrever sobre o vazio é relativamente fácil. Agora, escrever sobre nada? Complicado. Até já desci ao ponto de escrever sobre Reality Shows. Triste, não?

O facto é que podia escrever sobre o amor, a amizade, a arte, a poesia, e tudo. E mais. Mas não. Não me vem absolutamente nada à cabeça. Se calhar perdi o bichinho da escrita. Será? Espero que não. Porque já nem é uma questão de hábito. A verdade é que, desde que aprendi a escrever, gosto de escrever o que me vai na cabeça, no coração e na alma. Por vezes com humor, outras vezes com muita falta o mesmo. Mas sempre a escrever. Agora, ao constatar que me sento no computador e nada me vem à cabeça, pergunto-me se tudo isso terá mudado.
E se, realmente, tudo isso terá mudado, o que mais em mim terá mudado sem eu me aperceber? Às tantas, sou uma pessoa nova e nem dei por isso. Será?
publicado por Nana às 17:44

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30


subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Se os virem... Avisem!
Eu, por acaso, gosto desta!
E quantos são? (desde 30.07.2008)
blogs SAPO