Era uma vez uma menina de 16 anos, que resolveu criar um blog para desabafar... E que agora, aos 21, continua a escrever. De teen a adulta; de Portugal à Holanda - A saga!

22
Nov 05

Apesar de, nestes últimos dias, não ter andado muito feliz, ando com uma fascinante vontade de voltar a sair à noite. Sair e dançar, dançar até nem sentir as pernas. Divertir-me, gritar, soltar-me.

No entanto, sempre que me convidam para sair, recuso. Porque tenho medo. Custa-me confessá-lo, mas é verdade.

Desde que soube que tenho ataques de pânico, nunca mais saí à noite. A não ser para ir a um café ou algo do género. Mas sair para dançar mesmo, nada. Na última vez que saí, tive um ataque de pânico tão forte que tive que ir embora mais cedo. Quem viu, deve lembrar-se de como eu tremia. Desde esse dia, nunca mais. Por vezes não posso mesmo. Outras vezes dou desculpas. Culpabilizo-me por isso todos os dias. Mas também tenho consciência de que a culpa não é minha.

Não pode ser culpa minha o facto de eu ter medo de sair para me divertir. Não pode ser culpa minha o facto de eu ter medo de estragar a noite ao resto das pessoas. Isto porque sei que, felizmente, tenho amigos excelentes. Sei que, se me vissem aflita, saíam comigo na mesma hora, pelo que também não aproveitariam nada. Não quero isso. Quero sair, quero divertir-me sem esse tipo de preocupações que tenho desde que soube o que é isto de "ataques de pânico"...

Por uma vez na vida, queria voltar a ter um dia... Um dia normal, sem medo... Porque eu hoje sei que posso controlar os ataques... Felizmente já tenho esse poder sobre mim mesma...

Mas, ao acordar, não há dia em que não pense se irei ter um ataque de pânico... Não há um único dia em que não tenha medo... Um dia sem medos! Antes, não lhes dava valor... Hoje só pedia um dia... Era só isto que eu pedia... Por vezes pergunto-me se mais alguém saberá o que é passar os dias com medo, assustada com o que o seu inconsciente estará a tramar...

Espero que não.

publicado por Nana às 19:07

comentários:
oi, passei por aqui, e vi que não escreves-te mais nada nestes dias.Espero que esteja tudo bem contigo.
Passa pelo meu blog:hhmarazul.blogs.sapo.pt
Beijinhos
lena a 25 de Novembro de 2005 às 16:31

olá! em 1º lugar kero agradecer o comentário k deixas-te no meu blog :) e já agora estou a repetir matemática do 12º :p Agora o teu post, bem eu não sei o k é isso de ter ataques de pânico, mas pleo k percebi ficas-te mais assustada e deixas-te de sair depois de descobrires k os tinhas, será k não es capaz de sair ou fazer a tua vida como dantes, tenta eskeçer k tens isso, por outro lado ja referiste k os consegues controlar, vai praticando pra os conseguires controlar a 100%. Mais uma coisa, não podes deixar k isso afecte a tua vida, suponho k seja dificil, não sei como seria se fosse eu, mas deve ser complicado, mas nao podes deixar k isso iterfira pq assim vais menos bons momentos dos k devias ter, não queres estragar a noite aos teus amigos pq eles sairiam ctg caso acontecesse um atake, mas olha se forem teus verdadeiros amigos axo k vão preferir estar a divertirem-se ctg durante umas horaté xegar o atake do que não terem nem um minuto de diversão ctg! Vá anima-te, isso com o tempo e aos pocos vais conseguir controlar e contornar o problema, nao podes é desistir ;)aproveita bem os pcs momentos k tens e não inventes desculpas pra evitares outros bons momentos, vai arrisca, diverte-te aproveita bem o tempo k tens, mais vale 5mim bem passados e dp um atake do k nenhum mim, não concordas? não tenhas medo da reacçao dos teusamigos ou k eles fikem tristes, pq se são mesmo teus amigos nunca vão reagir mal, nem ficar tristes, bem pelo contrario ;) ah ja agora o teu blog ta mto fofinho, e gostei da musica, é do rei leão não é? ;) bjs (desc se escrevi mto :s)
snow a 24 de Novembro de 2005 às 23:59

Hola mi Nana qerida!!! En cada palabra q as escrito se nota tu tristeza y eso me entristece a mi tmb :( ojala pudiera acer algo xra remediarlo xro desgraciadamnt nadie elige su vida. Puedo imaginar lo q sientes al desear algo y no poder acerlo, kiza es mas cuestion d inseguridad lo q t frena a no salir, kiza tngas q intentar algun dia q t sientas mas fuerte salir y darte cuenta d q eres capaz d controlar tu miedo. Ai Nana ojala pudiera acer algo x ayudart, xro lo uniko q sta en mis manos s darte apoyo a traves d palabras, y x ello kiero q sepas q aki stoy xra apoyarte en todo. Y kiero dejart sta frase q creo q es muy cierta: "La más larga andadura siempre comienza con el primer paso". Animo mi niña. Un abrazoo

Norinha a 24 de Novembro de 2005 às 20:47

oh minha linda.. n fikex assim. tenta ignora-lox (eu sei, so tou a falar... n faço ideia do k isso é, mas axo k é a unica maneira d superar isso..). eskece k os atakes existem. um dia vais acordar e pensar k é taum bom n ter +medo. e k n o tens pk conseguist superar-t!! conseguist superar os teus medos. e os atakex foram-s!! fax isso por ti!!!! por kem goxta d ti!!! eu goxto d tI! fazes isso por mim?! ;-) linda, sai, eskece k isso exist, s acontecer. pelo menos tentas-t!!! e vais conseguir!!!! pk tu és forte!!!!!!!!!!!!!!!! e ja sabx.. tens k tar preparada pa kd conhecermx o Krix!!! lol ai é k vai ser.-... at d manha... loool (n sejam preversos.... ai ai...) loool
beijuh mt gandi e xpecial pa ti* eu acredito em ti! acredito k consegues superar td o k t fax mal!!!!! eu confio! beijuh*
ines a 23 de Novembro de 2005 às 19:08

Esperas que não, mas sabes bem que sim, pelo menos sabes que eu estou aqui e que percebo! Eu consigo sair à noite, ir a uma discoteca, mas tenho de conhecer o sítio e fico no meu cantinho, encostada à parede! Não me peçam para ir ao bar, para ir para o meio, isso já não dá. Eu é mais os espaços pequenos que me assustam! Muitas vezes os meus amigos convidam para jogar matrecos, bilhar, bowling... E não sou capaz. Bem queria, mas o facto de me sentir observada deixa-me de rastos, tremo por tudo quanto é sítio! E não sei se as pessoas pensam que sou carreta, que nunca quero fazer nada... digo sempre que não gosto, não sei jogar, mas no fundo queria estar com eles e sentir-me livre. :( É muito complicado querida... mas tenta ir, tenta arranjar um canto só para ti e os teus amigos, pode ser que rodeada por eles te sintas mais segura. Beijinhos e força linda*
Crazy Li a 23 de Novembro de 2005 às 12:08

Novembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
16
17
19

23
24
25
26

28
29


tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Se os virem... Avisem!
Eu, por acaso, gosto desta!
E quantos são? (desde 30.07.2008)
blogs SAPO